Quem Somos

HISTÓRICO

Tudo começou em 1984, quando o Dr. Alexandre Cosendey (na época, 1º Tenente Farmacêutico Bioquímico da Força Aérea), já pesquisava maneiras de detectar precocemente o início das lesões que acometiam os militares, durante os treinamentos extenuantes para formação de combatentes. Enquanto militar da ativa, monitorou atletas das diversas modalidades desportivas brasileiras e internacionais com objetivo de ajudá-los na prevenção de lesões e aumento da performance. Dentre as equipes monitoradas pelo seu método, destaca-se a Seleção Brasileira de Futebol de 1990 e 1994; as Seleções Brasileiras Feminina e Masculina de Vôlei; e a Seleção Brasileira de Natação, para a qual foi convidado, pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a acompanhá-la durante sua preparação em Dakota do Norte (EUA), para os Jogos Panamericanos de Winnipeg (1999).

Nessa época, o banco de dados de suas pesquisas já reunia 700 mil análises de bioquímica e hematologia clínicas, provenientes de mais de 15.000 casos estudados. Tal volume de dados contribuiu para a fundamentação teórica do método, e lhe permitiu obter uma interpretação precisa do que estava acontecendo com os músculos, fígado, coração, ossos e outros órgãos mais solicitados durante a prática de exercícios físicos. Em 2000, fundou a Bioquímica do Esporte para levar essa nova ferramenta diagnóstica a todas as pessoas – inicialmente, aos praticantes de atividade física, mas não demorou a estender ao público em geral. Isto, porque o Dr. Cosendey percebeu que o estresse celular excessivo poderia estar presente mesmo em pessoas sedentárias, por diversos motivos: excesso de trabalho, alimentação inadequada, falta de repouso, deficiência na hidratação, dentre outros. Nessa época, o Dr. Cosendey utilizou Redes Neurais Artificiais de Retroprogagação (RNAR) para tratar seu banco de dados e comprovou a precisão dos seus resultados, demonstrados em Moreira & Cosendey (2002). Em 2001/2002, o Dr. Cosendey foi solicitado pela CBF para avaliar as condições do jogador Ronaldo Nazário para ir a Copa de 2002, já que estavam ocorrendo lesões consecutivas em seu joelho. O Dr. Cosendey identificou uma série desequilíbrios orgânicos que estavam contribuindo para as lesões, propôs as correções e concluiu pela viabilidade de sua ida a Copa. Felizmente, nosso craque seguiu as recomendações dos diversos profissionais que o assistiram naquele momento, e pôde contribuir, de forma definitiva, para trazer a Taça para os brasileiros.

Ainda que o Dr. Cosendey tenha continuado a atender e acompanhar os atletas das equipes brasileiras, como os da Seleção Brasileira de Vela e Motor, bem como atletas amadores e praticantes de atividade física de alta performance, sua clínica foi sendo tomada paulatinamente por pessoas comuns não-atletas, interessadas em melhorar sua qualidade de vida. Aos poucos, a Bioquímica do Esporte foi sendo cada vez mais procurada pelos não-atletas que queriam conhecer o seu funcionamento celular, melhorar sua saúde e beleza. Isso porque, já era notório que o reequilíbrio orgânico promovido, aumentava a disposição física e mental, o bem-estar e, como conseqüência, os benefícios eram sentidos na pele – literalmente. Nesse contexto, foi criado o CELL CARE: Centro de Saúde Celular, que visa diagnosticar o estresse celular excessivo nas pessoas interessadas em melhorar sua saúde, seu desempenho no trabalho e prevenir o envelhecimento precoce.

Portanto, atualmente o método do Dr. Cosendey é aplicado em dois segmentos: Bioquímica do Esporte para atletas de alto rendimento e CELL CARE para pessoas não-atletas, porém submetidas ao estresse do dia-a-dia.
Esse trabalho é realizado em parceria com os profissionais da saúde e da educação física, e possui acompanhamento do médico da equipe.

BIOQUÍMICA DO ESPORTE

A Bioquímica do Esporte foi fundada em 2000 pelo Dr. Alexandre Cosendey . Inicialmente foi direcionada para o público de atletas profissionais e amadores, cujo objetivo era detectar, em sua fase inicial, disfunções orgânicas, intoxicações, desequilíbrios bioquímicos, nutricionais e aqueles decorrentes de inadequações nos programas de treinamento físico, a tempo de prevenir seu agravamento e evitar possíveis lesões ou doenças.

Desde então, o Dr. Cosendey teve o prazer de atender os pentacampeões Ronaldo (Fenômeno) e Cafú; os jogadores de futebol Romário, Magno Alves, Roni, Rodrigo Juliano e o eterno craque Zico; os iatistas Robert Scheidt, Torben Grael e Ricardo Winnick (Bimba); os triatletas Alexandre Ribeiro e Fernanda Keller; o judoca Flávio Canto; a bailarina Celisa Lobato do London Royal Ballet; o campeão mundial de Tae Kwon Do Luis Carlos Damasceno; os jogadores de vôlei de praia Pará, Adriana Behar e Shelda; o técnico de futebol Ricardo Gomes; a atleta de saltos ornamentais Juliana Veloso; os maratonistas Emerson Iser Bem, Ronaldinho (recordista mundial de Maratona em Berlim), Maria Zeferina Baldaia e Márcia Narlock – conquistando o que nenhum outro atleta conseguiu: subir ao pódio durante 14 anos; o ultramaratonista Sebastião da Guia; os lutadores Pedro Riso, Vitor Belford e Renzo Gracie, dentre outros.

O Dr. Cosendey acompanhou ainda o caso de Ágata, na época, Major Marcos César Pontes, primeiro astronauta brasileiro, na sua preparação para ir ao espaço.

CELL CARE

O Centro de Saúde Celular CELL CARE foi idealizado pelo Dr. Alexandre Cosendey para aplicar seu método inovador de prevenção e promoção de saúde. A partir de um estudo global, integrado e personalizado do sangue, objetiva-se aumentar o desempenho físico e mental e diagnosticar inúmeros desequilíbrios de forma precoce.

Em determinados casos, o método também se mostrou bastante eficaz na detecção e solução de problemas de saúde que, até então, pareciam insolúveis.

Atualmente, o Dr. Alexandre Cosendey atende um público variado, ao qual sempre recebe com muita atenção e o ajuda a atingir seu objetivo, seja ele qual for. Sua meta é fazer o cliente feliz, com saúde.
Dentro desse público, o Dr. Cosendey atendeu, com muito carinho, as atrizes Carla Diaz, Cristiana de Oliveira, Patrícia Travassos, Joana Prado e Vitor Belfort; o ator Ary Fontoura; as cantoras Paula Toller, Marisa Monte, e Preta Gil.

NOSSA MISSÃO

  • Ajudar a pessoa a ser feliz, no estilo de vida escolhido;
  • Ser uma ferramenta diagnóstica precisa do estresse celular excessivo para os profissionais da saúde;
  • Diagnosticar e tratar precocemente, com apoio médico, todas as pessoas interessadas em saúde, performance e estética.

 

 

 

 

Slider by webdesign