Depoimentos

Ágata (quatro anos de idade):

12/jun/2012

“Tudo começou quando fui chamada à escola de Ágata para uma conversa. A psicóloga da escola foi habilidosa mas não aliviou, levantou a hipótese de transtorno global do desenvolvimento e solicitou uma avaliação de uma psicopedagoga. Nesta época, Ágata tinha 3 anos e 4 meses e não falava quase nada. Já fazia terapia com fonoaudióloga há 1 ano e tivemos pouco desenvolvimento neste período. Várias características autistas foram observadas em Ágata, porém os profissionais não puderam afirmar nenhuma síndrome, pois aos 3 anos a criança está em desenvolvimento. É necessário tempo para saber qual será a sua evolução. E a orientação que recebi foi tratamento com fonoaudióloga e esperar. Mas se existe algo errado no desenvolvimento, esperar irá corrigir?

Com a monitoração do perfil metabólico de Ágata, descobrimos grandes desequilíbrios em seu organismo.
E para equilibrá-lo e promover o desenvolvimento adequado, ela recebe vitaminas e outros elementos elaborados em farmácia de manipulação.

Hoje, com 9 meses de tratamento, minha filha se desenvolve naturalmente. Estamos visívelmente passando pelas fases de aquisição da fala. Ágata ainda apresenta alguns atrasos no desenvolvimento, porém, se explica com frases completas, desenha com interesse, interage com outras crianças e brinca aplicando o uso adequado aos brinquedos.

Não tenho certeza das dificuldades que ainda irei enfrentar com Ágata, mas tenho a tranquilidade de vê-la se desenvolvendo. Todos na escola perceberam a sua evolução

Às vezes, o curso normal do desenvolvimento precisa de 1 ajudinha, e eu lhes posso afirmar que no caso de Ágata, as fórmulas do Dr. Alexandre Cosendey mudaram esse curso e o nosso futuro. Vejam a evolução do seu grafismo com apenas 15 dias das fórmulas manipuladas pelo Dr. Alexandre E. Cosendey.”

Slider by webdesign